sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Setúbal Wine & Flavors

Os melhores produtos vinícolas e gastronómicos regionais e também de Espanha estão em destaque, entre os dias 14 e 17, no Setúbal Wine and Flavours, que se realiza na Escola de Turismo e Hotelaria de Setúbal.
Provas vínicas comentadas, sessões de cozinha ao vivo, palestras, apresentações, apontamentos musicais e uma ampla área de expositores fazem parte do novo evento de promoção do vinho e da gastronomia organizado pela Câmara Municipal de Setúbal e pela Associação Baía de Setúbal.
O Setúbal Wine and Flavours, que dedica quatro dias ao que de melhor se faz neste segmento que cada vez mais se afirma como motor do turismo regional, nacional e internacional, é dinamizado com o apoio da Comissão Vitivinícola das Região da Península de Setúbal.
O evento, cuja entrada diária tem o custo de três euros, com oferta de copo, conta com a presença de vasto painel de profissionais e especialistas nas áreas do vinho e da gastronomia, com enfoque nos produtores da península de Setúbal e convidados da Comunidad Autónoma Extremadura, de Espanha.
Além da área dedicada aos expositores, numa tenda instalada no pátio da escola, o certame conta com uma sala de análise sensorial e uma cozinha técnica, espaços preparados para receber sessões de cozinha ao vivo, degustações e provas de vinhos. A participação nas atividades é gratuita, mediante inscrição, no local.
A apresentação do livro “Territórios Vinhateiros”, da Associação de Municípios Portugueses do Vinho, às 18h00, na tenda dedicada aos expositores, dá o pontapé de saída, no dia 14, do programa de iniciativas proporcionadas no evento que alia a atividade vinícola à gastronomia.
No mesmo dia, na sala de análise sensorial, às 20h00, realiza-se uma prova de vinhos da Ruta Ribeira del Guadiana conduzida pela sommelier Catalina Bustillo, enquanto a cozinha técnica recebe, à mesma hora, a sessão de cozinha de autor pela chef Cristina Sá, que prepara Fille Robalo com Arroz Fresco e Pannacotta de Moscatel com Laranja.
As atividades do primeiro dia do Setúbal Wine and Flavours terminam com um espetáculo de flamenco por Carmen La Parreña, animação que decorre a partir das 22h30 na zona de palco instalada no pátio interior da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal.
No dia seguinte, a 15, feriado municipal, Dia de Bocage e da Cidade, o evento começa com a criação de autor pelo chef Domingos Cruz, que apresenta na cozinha técnica 18h00 às 19h30, na, doçaria regional de chá.
Castas portuguesas e espanholas são descobertas na masterclass Identidade Ibérica, sessão conduzida pela wine educator Sara Peñas com início às 20h00 na sala de análise sensorial.
Segue-se, às 20h30, novamente na cozinha técnica especialmente preparada para o evento, a sessão de autor dinamizada pelo chef Luís Barradas, que explora saberes e sabores do salmonete, do carapau e do choco.
A noite do segundo dia do evento termina com um concerto pela banda Namorados da Cidade, com música a animar o Setúbal Wine and Flavours a partir das 22h30.
O programa do dia 16 começa com uma sessão dinamizada por Olga Pedrosa, ex-concorrente do programa Masterchef, que apresenta uma criação de autor de doçaria regional, atividade que decorre a partir das 18h00.
Vinhos da península de Setúbal estão à prova e são comentados na sala de análise sensorial num encontro com início às 19h00 conduzido pelo sommelier Gonçalo Patraquim.
A terceira noite do Setúbal Wine and Flavours termina com o espetáculo “Silêncio que se vai dançar o Fado”, que se realiza no palco do certame, a partir das 22h30.
O último dia do novo evento de promoção do vinho e da gastronomia reserva ainda três atividades, entre as quais a prova de castas Moscatel, pelo sommelier Mike Taylor, às 14h30, na sala de análise sensorial.
Depois, às 15h00, a cozinha técnica recebe a sessão de criação de autor do chef André Lopes que prepara Magret de Pato com Risotto e redução de Moscatel.
O programa do Setúbal Wine and Flavours termina com o sommelier Carlos Vivas a dinamizar, às 16h00, na zona do palco, uma prova de castas em que apresenta as comunicações “O Papel do Sommelier” e “A Arte do sabre”.
O evento, que no dia 14, às 17h00, inclui uma cerimónia de inauguração e receção aos convidados e uma intervenção pela presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, está aberto ao público entre as 18h00 e as 24h00.
Nos restantes três dias, o Setúbal Wine and Flavours funciona sempre a partir das 14h00, encerrando, a 15 e a 16, às 24h00, e no último dia, a 17, às 19h30.

sábado, 2 de setembro de 2017

Tapada do Chaves reserva tinto 2010

Vem ali da Serra de São Mamede, bem perto de Portalegre, este vinho.
E que vinho!
Este Tapada do Chaves reserva 2010, não foi à toa que venceu a medalha de ouro da Confraria dos Enófilos do Alentejo no seu concurso em 2014.
Feito com as castas tradicionais do Alentejo, Trincadeira, Aragonês e Alicante Bouschet.
Com os seus sete anos em cima já se começam a notar tons acastanhados na cor.
No nariz frutos pretos tipo amoras ainda dominam, com uns toques de especiarias.
Final de boca longo. Tem acidez ainda suficiente para durar muitos anos, como alguns vinhos desta casa que se vão bebendo por aí e que vão fazendo as delícias aos enófilos.
São vinhos assim que nos fazem querer provar os tais antigos da década de 80 e anteriores do século passado!

Dos melhores vinhos tintos que provei este ano!!!