domingo, 23 de outubro de 2016

Cartuxa tinto 2012

E eis que estou de volta a um clássico do Alentejo. Já falei mais do que uma vez qual é a razão de estarmos tanto tempo afastados deste tipo de vinho. O aparecimento de centenas de marcas por ano faz isso.
Estágio de doze meses em barricas de carvalho e mais nove meses em garrafa.
Feito com um blend de quatro castas, Aragonês, Alicante Bouschet, Alfrocheiro e Trincadeira.
Cor grená com alguns laivos acastanhados quando se roda o copo.
Na boca é um vinho com acidez, os taninos são delicados, parecem seda, ou seja perfeito!
No nariz, é o Aragonês que manda! Com aromas a frutos pretos, amoras. 
Com uma boa persistência final.
Clássicos são clássicos por alguma razão e este tem tudo para se manter assim.
Acompanhou na perfeição um arroz de pato feito pela minha mãe!


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Padre Pedro reserva branco 2013

Todos os anos saem centenas de marcas novas para o mercado e, normalmente, vamos bebendo para ver o que se anda a fazer. A maior parte delas é mais do mesmo e não trazem nada de novo ao mundo vínico.
Por causa disso voltamos a certos vinhos que nos fizeram sentir bem há uns anos.
É o caso deste Padre Pedro Reserva Branco feito pela casa Cadaval.
É feito com Viognier e Arinto.
Apresenta uma cor amarelo palha mas ainda não muito carregada.
No nariz é o Viognier que se mostra e bem! Toques de fruta tipo pêssego.
Na boca está tudo com conta peso e medida. Tem uma boa acidez e boa persistência final.
Não sei como é que andam os seus irmãos mais velhos mas gostava de um dia os experimentar!
São estes vinhos, que não estão na moda, que cada vez gosto mais. Não são doces nem têm baunilha das madeiras.

Enfim, um vinho que não é nem vai ser dos mais adorados para o público em geral, mas o gosto vai-se refinando com os anos. Como se costuma dizer, são muitos anos a virar copos!!!

sábado, 8 de outubro de 2016

Valle das Servas selection tinto 2011

Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonês e Trincadeira. Um blend quase alentejano neste vinho de 2011.
Com uma cor rubi escura e laivos castanhos quando se roda o copo. No nariz é a touriga que se faz notar, mas não os tradicionais aromas a violeta. São mais os frutos pretos e o toque de  especiarias se calhar por causa do Aragonês!
Na boca ainda tem uma acidez bastante boa e neste momento os seus 15,5% de álcool estão muito bem integrados e não se fazem notar. Boa persistência.
Um vinho que pode ficar mais uns anos na garrafeira que não lhe vai fazer mal.

Foi a primeira vez que bebi vinhos da Herdade das Servas e pelos vistos é normal nos seus vinhos o excesso de álcool. Digo excesso para mim, pois existe muita gente por ai que adora!

Moonlight Wine Party

MOONLIGHT WINE PARTY * 15 DE OUTUBRO | 18-23H

NOITE DE LUA CHEIA JUNTA APAIXONADOS PELOS VINHOS PARA MUITOS BRINDES E FESTA SOLIDÁRIA EM SETÚBAL.
Mágicas! Assim são as noites de Lua Cheia. Toda a energia flui, os sentidos ficam mais apurados, as pessoas sentem-se mais felizes e com mais energia. A pensar nisso, a revista Paixão pelo Vinho e o Hotel do Sado reuniram esforços para juntar apreciadores de vinhos num cenário idílico e, no dia 15 de outubro, proporcionarem uma festa vínica que promete muitos brindes e não só! Este será também o mote para num gesto simbólico e contribuir financeiramente para ajudar os Bombeiros Voluntários de Setúbal.

O Hotel do sado Business & Nature vai ser o palco da festa vínica Moonlight Wine Party, no próximo dia 15 de outubro, das 18 às 23 horas. O evento organizado pela revista Paixão pelo Vinho, que este ano comemora o 10º aniversário, e produzido pela PurpleSummer Media & Events, vai juntar largas centenas de apreciadores de vinhos e terá uma componente solidária com o propósito de ajudar a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Setúbal.

Assim, para além dos produtores de vinhos presentes e a consequente mostra e prova das novidades vínicas, um pouco de todo o país, todos os participantes serão convidados a participar numa largada de balões luminosos, marcada para as 21:30, num gesto solidário em favor dos Bombeiros da cidade, que tanto têm feito pelo bem da população e em defesa da natureza. Os balões vão ter um custo simbólico de apenas dois Euros e poderão ser adquiridos na entrada do evento.

Com vistas sobre a cidade de Setúbal, Tróia, o rio Sado, toda a zona ribeirinha, Serra da Arrábida... A esplanada do Hotel do Sado vai reunir produtores de vinhos e espumantes, de quase todas as regiões de Portugal e também o novíssimo Licor 35, com sabor a creme de pastel de nata. Serão provas inesquecíveis, promovendo a troca de conhecimentos, o contacto direto com os produtores e, claro, muitos brindes ao longo da tarde e noite, ao som da música do DJ Monchike.

Não faltarão saborosos petiscos para acompanhar as provas de vinhos, como sanduiches de porco no espeto (2,5€); pratos de enchidos, de queijos ou mistos (5€); rissóis de leitão ou croquetes de carne (5 unid. /5€); e para os mais gulosos salame de chocolate (3 fatias para partilhar / 2,5€) ou uma queijada de leite (1€), por exemplo.

A Moonlight Wine Party realiza-se das 18 às 23H00. A entrada poderá ser adquirida antecipadamente na recepção do Hotel do sado ou no próprio dia, tendo um custo de 10 Euros com duas tapas incluídas no valor de 2,5€ cada, entre as várias possibilidades do menu especialmente pensado para a festa, e também a oferta do copo de prova que dá acesso livre à prova de todos os vinhos e espumantes do evento.

No dia 15 de outubro prepare-se para soltar toda a energia a dançar, rir e brincar, conhecer muitos dos excelentes vinhos produzidos em Portugal e participar num momento de rara beleza, símbolo de paz, amor e esperança: a largada solidária de centenas de balões luminosos. A esplanada do Hotel do Sado promete encher-se de luz e muitos sorrisos. Será o cenário perfeito para juntar os amigos, num verdadeiro brinde à vida.

Para mais informações contacte:
T. 211 352 336 | 969 105 600
purplesummer.media@gmail.com

Press release

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Caios branco 2014

A Herdade do Cebolal fica situada a 17 km de Santiago do Cacém em pleno litoral alentejano. São 23 hectares de terreno com diversas castas plantadas. Das tintas temos Castelão, Aragonês, Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Syrah, entre outras. Nas brancas predomina o Fernão Pires, Antão Vaz, Arinto, Encruzado, etc.
Enologia a cargo do Luis Capitão e António Saramago (filho), dupla jovem mas com provas já dadas!
Falando do vinho. Ia escrever um grande palavrão. Mas vou conter-me.
O VINHO É EXCELENTE!!!!!!!!
Usando as castas Arinto e Antão Vaz, e passando por barricas antes de ser engarrafado.
Mostra uma cor amarelo dourada linda, mas não está oxidado.
No nariz, cheira a frutas tropicais. Na boca tudo muda com a entrada do Arinto a dar-lhe a frescura necessária para tornar este vinho um caso bastante sério.
Um final de boca bem persistente.
Sou suspeito para falar deste vinho. Foi o vinho branco que mais bebi este verão. 
Quando se gosta, qual a razão para se mudar??

Continuem assim a produzir vinhos destes!

domingo, 2 de outubro de 2016

Escada tinto 2007

Este vinho veio com a Revista dos Vinhos já faz algum tempo. Na altura lembro-me de dizer que ia ficar ali na garrafeira e ficou, até esta semana andar a ver o espaço que tenho por causa das feiras dos vinhos. Disse logo: tens de ir para o meu copo! E passados nove anos sobre a sua colheita eis uma surpresa. E que grande surpresa!!
Vem de vinhas velhas do Douro. Touriga Franca, Tinta Roriz e Touriga Nacional fazem a sua composição.
No copo tem uma cor grená com laivos castanhos nos bordos devido aos anos.
No nariz a touriga nota-se e bem passados estes anos, frutos vermelhos tipo amoras.
Na boca tem uma acidez muita boa para idade, com uns taninos a darem que falar. Nesta altura este vinho é veludo!!!
Uma média persistência na boca.
Se tiverem mais guardem para ver como vai evoluir daqui a uns anos. Acho que ainda vai dar muitas mais surpresas!
Quando se fala em vinhos com mais idade, muita gente não gosta. Eu sei que não é para todos, mas não bebam os vinhos tão novos por favor.

PS: Este vinho teve 92 pontos na Wine Enthusiast.